© 2017 ideias negras

  • Black SoundCloud Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon

Mario Medeiros

July 21, 2018

Mario Medeiros é docente da Unicamp. Possui graduação, mestrado e doutorado em Sociologia pela Unicamp. Em 2013 recebeu o Prêmio para Jovens Cientistas Sociais de Língua Portuguesa do Centro de Estudos Sociais da Universidade Coimbra pela sua tese de doutorado “A descoberta do insólito – literatura negra e literatura periférica no Brasil (1960 – 2000)” que também foi finalista do prêmio Jabuti. 
Nesta entrevista, ele ressalta a importância de visibilizar a produção intelectual e o ativismo político de negros e negras como uma dimensão fundamental da disputa de poder e destaca alguns intelectuais negros contemporâneos que pensam o Brasil. Entrevista realizada em julho de 2018
Referências:
O mundo negro – relações raciais e a constituição do movimento negro contemporâneo no Brasil, de Amilcar Pereira
Imprensa negra no Brasil do século XIX, de Ana Flávia Magalhaes Pinto
Vozes marginais na literatura, de Érica Peçanha do Nascimento
A negação do Brasil – o negro na telenovela brasileira, de Joel Zito Araujo
Angola Janga – uma história de Palmares, de Marcelo D'Salete 
Livro 'A ordem de pagamento, autor Ousmane Sembene, editora Atica, 1984.
Filme 'Garota negra (La noire de...)' direção Ousmane Sembene, Senegal, 1966.
Filme 'As filhas do vento' direção Joel Zito Araújo, Brasil, 2004.
Filme 'Compasso de Espera', direção Antunes Filho, Brasil, 1973.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload